domingo, 28 de dezembro de 2008

Don't worry about a thing 'cause every little thing gonna be alright!

7...esse é o número de dias que faltam pra que eu chegue a América. Puxa como eu enrolei pra começar a escrever esse blog, mas a pedidos e pra manter todo mundo atualizado I’m here. Como falta exatamente uma semana pra que essa aventura comece na América, pois aqui já começou há muito tempo, criei coragem pra começá-lo e tentarei atualizá-lo toda semana.
Resumindo: sempre sonhei em ir para os USA, fui uma kid super influenciada pela cultura norte-americana, amei aquele país, até que um dia alguns professores colocaram ódio em meu coração, porém um dia esse amor foi restaurado. E hoje o que quero é levar essa restauração comigo. Venho planejando há algum tempo essa viagem e orando a respeito e tudo que posso dizer é que quando Deus está no “trem” (falando em mineirês) ele anda. Poderia contar algumas experiências aqui, porém relatarei apenas uma (por enquanto), e que ela sirva pra alguém: VISTO! Quando resolvi fazer o intercâmbio tinha algumas preocupações, por incrível que pareça o visto não era uma delas, então um dia o Senhor me deu uma palavra Salmo 121 (leia!) foi um alívio. Guardei-a em meu coração e toda vez que me sentia insegura a lia. Continuei então com todos os passos necessários e minha entrevista marcada. Tudo corria bem e o dia da entrevista chegando... Eu tranqüila... Mais perto... Eu pensando... Uma semana, domingo à tarde... Eu desesperada. Ela seria na sexta e eu iria pro Rio na quarta. Orei e o Senhor me lembrou mais uma vez Sl.121. Daí pensei: bem, se Ele vai guardar minha entrada e saída então é porque eu vou. Só vou se o visto for concedido. Logo não preciso me preocupar meu visto será concedido. Ok seria muita hipocrisia da minha parte dizer que confiei e descansei. Fiquei repetindo pra mim e pra todo mundo que tava perto de mim, confie, Sl 121... Porém eu precisava de mais, eu queria mais. Então orei: Deus fala comigo! (again) Então no domingo à noite descansei depois de ouvir: “Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido. E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus.” Fl.4.6;7 Foi incrível experimentar essa paz. Nas inúmeras filas para a entrevista, já no consulado, conheci pessoas que me deram muito apoio em relação ao intercâmbio como Au Pair, foi até divertido. Depois de passar pela 1ª prova pra se conseguir o visto que é ficar na fila do lado de fora, passei pela 2ª que era abrir a porta mais pesada do mundo, lá dentro vencendo a ansiedade que tentava me atacar venci a 3ª fila, porque lá fora foram duas, e fiquei na sala de espera até que me chamaram, por uma (des) ordem de senha que não tem seqüência e fui tirar as digitais. Nessa hora a gringa do outro lado do vidro falou um português que se eu não tivesse um desenho por perto eu não tinha entendido. Adivinha! É isso mesmo, mais uma fila! Já estávamos de frente às cabines onde dava pra todo mundo ver os entrevistados e os entrevistadores, de menos na 4. Estava eu reparando os cônsules e orando pra ir a um legal. Em qual cabine entrei? Vamos lá vale uma bala. Exatamente! Na quatro. Entrei lá é era um vovô. Ta booom ele não era tão velho assim. Dei os formulários pra ele e ele já foi falando em inglês. Ah! Exchange. Eu: yesss. Ele: Ah! Au Pair. Eu: Yesss...Daí chegou um cônsul novinho e perguntou uns treco pra ele e ele ficou num i don’t know i don’t know i think she’s great....i don’t know...bla bla bla...eu quetinha...vira ele pra mim e fala jaslasoi?...eu sorry...ele: ajdhaisasfs?..eu: sorry (pensando: entende logo!!! Meu Deus me ajuda!) Daí ele chegou perto do microfone e falou pausadamente: what does...antes dele falar a segunda palavra eu respondi: ah! O que minha host family faz? (em inglês) Ele: yes. Eu: bla bla...Ele: do you know about the kids? Eu: bla bla...ah! Como pude esquecer. Eu tava ansiosa antes de tudo pq minha host family vive no Arizona e toda minha papelada ta com o endereço de lá, porém vou morar em CO pq o job do meu host ta mudando pra lá. Então assim que ele pegou meus docs ele falou: ah! Arizona. Leu o nome da city e disse que não conhecia, me perguntou se ficava perto de Phoenix eu disse que sim, que ficava a 30 minutos. Daí fiquei pensando..pera aí, não é Phoenix não, é Tucson. Aí falei...não não é perto de Tucson. E perguntei se Tucson era a capital e bla bla..ele falou que não, que era Phoenix e falou que mesmo assim eu teria muita coisa pra fazer la e tal...daí ele perguntou o que eu fazia...eu: bla bla...ele me pediu o meu comprovante de matricula...eu dei..ele leu e falou: segundo período...eu em silencio, (não to no segundo) o que tava escrito era segundo semestre...desde o começo, assim que entreguei os formulários, ele já havia colocado o papel pra pagar o visto o qual a gente só paga se o visto for concedido. Confesso que a todo tempo quis perguntar se o papel era pra mim. Mas me contive..hehe..entao ele falou: bla bla to take your visa you need to pay bla bla and back here...agradeci peguei o papel e fui pra fila dos aliviados. A maaais demorada! Ta tão demorada que eles deram outra senha pra gente ir sentar na sala de espera. Eu queria pagar e sair correndo. Demorou...depois ainda teve a fila da TNT que é tipo sedex. Paguei e passei pela porta mais que pesada. Do lado de fora encontrei meu pai mais ansioso que tudo, tadinho, ele tava pensando que eu havia sido raptada, ele confessou...haha...quando falei que tudo havia corrido bem ele todo feliz, mas aposto que tava pensando: ai ai ai ela vai mesmo...haha...fomos comemorar. Então veio a espera pelo visto, a moça tinha me falado que chegava em 5 dias. Deu 4 dias eu esperando, mas tudo bem, 5 dias: toda moto que passava minha barriga gelava...6 dias: eu preocupada ligando pra mil telefones da TNT e nenhum funcionava 7 dias: eu subindo nas paredes, quase ligando pro Obama ...madei mil emails pra TNT e nada, então liguei pro consulado antes de falar com o Obama, descobri que meu visto não estava mais lá. Eles me deram outro tel da TNT, mas não funcionava, quando desliguei o tel perguntando o que eu faria, o cara chega com meu visto. Fui lá pra fora pulando, não resisti e perguntei pq eles demoraram tanto. Ele me disse que a empresa havia terceirizado o serviço e não tava dando conta. Então ele me perguntou se eu havia reclamado. Eu disse que sim, então ele falou que por isso eu estava recebendo, que eles estavam passando na frente quem ligava reclamando. ABSURDO! Depois me responderam o email, no qual expus minha decepção com a empresa e a moça muito educada me pediu o numero da remessa pra me informar quando meu passaporte havia sido liberado, mesmo eu já tendo falado o dia pq no próprio site deles estava escrito. Mas mandei o numero esperando o retorno. Conclusão: ela sumiu. O que me faz pensar que a empresa errou. Mas acima de todo este transtorno Deus continuava e continua no controle. Que a paz dEle que excede todo entendimento guarde o seu coração e sua mente em Cristo Jesus.

4 comentários:

Lici in the sky with diamonds disse...

'quase ligando pro Obama' HEUEHUEHEUE adorei! ai tomara que o meu não demore tanto. Daqui a poucos dias tou embarcando já. Nd pode dar errado. Que Deus me dê graça e sabedoria e me dê um entrevistador do bem :P
beeeeijo e feliz por ti ;)

Ana disse...

Ahhh... ficou lindo isso daqui. A foto, a cor... tudo!!!!
Mas vc já não está na América? =/

Hehehe... não vai dar tempo de ler agora, mas estou ansiosa pra poder fazê-lo. Sucesso amiga! Torço por ti!

Júlia disse...

Rafaaa
mto bom seu blog!
Bom saber de mais uma irmazinha q vai embarcar comigo!
Nos sabemos qye Deus esta no controle de todas as coisas né, e as vezes Ele faz coisas pra testar a nossa fé, mas no fim tuudo da certo!
Amanha eh lo nosso dia, e 2009 eh o nosso ano! o ano que deus separou pra faazer a obra dEle atravez de nós la nos EUA!
Fica na pazz!
Atée amanhaa
bjaao!

Vozes Celestiais disse...

Paz do Senhor, espero que um dia Deus me conceda está benção, pois não é fácil conseguir este "bendito" visto americano!